Stefany Munique e Gustavo Brasil

Fotografia é Chato!
Quanto mais eu estudo, quanto mais eu leio, mais eu chego a conclusão de que fotografar profissionalmente, envolve muita responsabilidade. Fotografar casamentos então é pior ainda, você tem que ficar se antevendo a todo instante, imaginando o que vai acontecer pra fotografar, compor a fotografia, regular a câmera com uma luz que nunca é a mesma, aumentar a velocidade do obturador pra foto não sair tremida em determinados momentos, baixar a velocidade do obturador pra captar mais luz ambiente em outro momento, aumentar o ISO, baixar o ISO, aumentar a abertura da lente pra fazer foco seletivo, estar atento à reflexos, à lágrimas, à tudo. É muito chato!
Imaginem um pintor, ele cria suas imagens como quiser. Um fotógrafo não, ele apenas seleciona onde vai a moldura de algo que já está ali. Diz se que o pintor trabalha no processo de criação da imagem enquanto o fotógrafo trabalha apenas na seleção do que vai mostrar.
Quando eu comecei a me interessar por fotografia eu fotografava insetos com uma câmera Sony H7 tele-zoom, era muito mais divertido. Eu não entendia nada de fotografia profissional, só agia por instinto, fotografava insetos e pássaros, era o que eu mais gostava, depois fotografei cachoeira, Lua, Pôr do Sol, e assim foi, até que resolvemos começar com fotos de eventos. Aí começou a ficar chato, vieram os estudos intermináveis e incansáveis, e olha que eu ainda gosto muito de estudar fotografia, mas aí comecei a ficar mais chato com nossas fotos, comecei a ficar muito crítico e sempre acho que a foto não ficou perfeita. E isso é muito chato!
Mas desta vez aconteceu algo muito estranho...
Quando chego na frente da igreja pra começar a fotografar um casamento eu sempre olho ao redor e vejo por onde começar. E notei que algumas crianças olhavam para cima. Olha que legal sabe o que era, tinha um tucano conversando com um bem-te-vi lá no topo da igreja. E daqui de baixo eu pude ouvi-los dizendo baixinho pra mim:
- Agora é hora de se divertir, coloque de vez uma coisa na cabeça, não existem fotos perfeitas, e sim imagens perfeitas, volte a fotografar como antes, sem se preocupar tanto, sem estresse. Divirta-se! Apenas Fotografe.
O Gustavo e a Munique nos procuraram à muito tempo, logo que marcaram a sua data. A gente fez um ensaio com eles e um álbum com fotos do pré-wedding. Tínhamos uma certa intimidade com eles porque sempre nos falamos pelo facebook e sempre elogiam nossas fotos. Então estava tudo perfeito pra gente mudar. Fotografar rapidamente, fotografar tudo e todos, fotografar detalhes, brincar de fotografar, realmente nos divertir enquanto fotografamos, como sempre, como nunca, de um jeito diferente, verão fotos feitas com a câmera ao nível da cintura, acima dos ombros, no chão, com convidados, vamos fotografar mais e mais?
Então tá, de agora pra frente, vamos nos divertir mais, vamos dançar com os convidados, vamos ficar pertinho dos momentos de emoção, que nada de lente zoom, quero ver de pertinho a noiva chorando, quero fotografar bastante, porque fotografar, É Muito Divertido!!!
Parabéns Gustavo e Munique, desejamos muitas felicidades pra vocês, muito obrigado por sempre confiarem na gente.























































Ficha Técnica:

Casamento realizado em Andradina - SP
Fotografia: Marcello Pereira e Aracelly
Vídeo: Rocha Videos
Cabelo e maquiagem noiva: Salão Glamour
Buffet: Guarafest
Decoração: Bruno Santtanna
Som: Masselani
Iluminação: Tendas Pirâmides